Assunção Cristas está preocupada os com meios de combate

08.05.2018 |

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, mostrou-se ontem em Tondela “muitíssimo preocupada” com a preparação dos meios de combate a incêndios florestais, apesar das garantias dadas pelo primeiro-ministro.

“O Governo prometeu todo o foco e prioridade para os GIP (Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro) e para os meios aéreos, mas a verdade é que os GIP ainda não têm formação e os meios aéreos ainda não estão disponíveis”, afirmou.

Assunção Cristas falava aos jornalistas no final de uma visita à empresa HUF Portuguesa, em Tondela, onde constatou que já estava muito calor, apesar de ser início de maio.

“Num dos últimos debates do parlamento, o senhor primeiro-ministro dizia que eles estarão disponíveis sempre e todo o ano, mas a verdade é que nós já estamos no dia 07 de maio e eles não estão disponíveis”, lamentou.

A líder do CDS-PP lembrou que tem o compromisso de ir com frequência aos locais onde se registaram os grandes incêndios do ano passado, na região Centro.

“Estou a planear mais uma vinda ao terreno para podermos falar de todos os temas relacionados com os incêndios, com os do ano passado, mas também com a preparação deste tempo”, acrescentou.

A responsável foi recebida na empresa por uma comitiva do CDS/PP local e pela administração da HUF, que conta actualmente com 380 trabalhadores, tendo ficado muito satisfeita com o que viu e ouviu.