Cerca de quatro dezenas e meia de coreanos colaboram com bombeiros da Mealhada

07.12.2017 |

Na noite trágica de 15 para 16 de outubro passado, uma empresária coreana, que estava de passagem pela vila do Caramulo, no concelho de Tondela, viveu de perto a tragédia e, sensível à causa, solicitou e recolheu posteriormente um importante contributo monetário para apoiar uma corporação de bombeiros da região.
Boyoung Lee, que perdeu recentemente um filho de 15 anos, vítima de um ataque cardíaco, e que residia em Lisboa, entregou a quantia de 653 euros aos Bombeiros Voluntários da Mealhada.
A escolha desta corporação deveu-se ao facto de, durante a sua peregrinação a pé, entre Lisboa e Santiago de Compostela, a coreana de 50 anos, ter passado por aquele quartel.
Chong Song Won, empresário coreano radicado na vila do Caramulo há mais de 45 anos, explicou em entrevista à Emissora das Beiras que esta história vivida pela sua conterrânea, que estava na sua casa na noite de 15 de outubro, é um bom exemplo de força de vontade e, ao mesmo tempo, de solidariedade.
Não perca esta entrevista, nos próximos blocos informativos da Emissora das Beiras, em 91.2 FM ou em www.emissoradasbeiras.pt.