Exposição d’O Sudário vista por quase 30 mil pessoas

08.01.2019 |

Termina esta terça-feira, 8 de janeiro, a exposição temporária da obra “O Sudário”, de Cristina Rodrigues, promovida pelo Município de Viseu, nos claustros da Pousada de Viseu.

Entre 2 de junho e 31 de dezembro de 2018, a obra foi visitada por 29.325 pessoas.

“O ‘Sudário’ é um grande embaixador do património cultural que encontramos no ciclo do linho de Várzea de Calde. O reconhecimento público desta cultura e da sua comunidade são fundamentais à sua salvaguarda e ao seu futuro. O Município continuará empenhado nesses objetivos”, destaca o vereador da Cultura e Turismo, Jorge Sobrado.

Esta foi a primeira vez que a obra, constituída por 12 peças, esteve exposta na íntegra em Viseu e em Portugal, depois da sua circulação em Espanha (Madrid) e no Sri Lanka (Colombo).

A iniciativa foi integrada no ano da “Cidade Europeia do Folclore” e do plano de ação #viseufolk para 2018.

Inspirada no “Sudário de Turim” ― o manto que cobriu o corpo de Jesus Cristo após a sua morte – a criação valoriza a tradição milenar do linho artesanal de Várzea da Calde e a comunidade de mulheres responsável pela sua produção, da sementeira à tecelagem.

Cristina Rodrigues é uma das criadoras portuguesas mais influentes da sua geração e tem regresso marcado a Viseu, na Quinta da Cruz, já em janeiro de 2019.