José de Mello Saúde ajuda famílias de Tondela e Santa Comba Dão

04.06.2018 |

Dezasseis famílias de Tondela e Santa Comba Dão que foram afetadas pelos incêndios vão ser apoiadas no âmbito de um protocolo que foi hoje celebrado e que permitirá usar donativos dos colaboradores da José de Mello Saúde e da própria organização.

O protocolo foi celebrado, em Viseu, pelos responsáveis da Fundação Amélia de Mello, da José de Mello Saúde/Hospital CUF Viseu, das Câmaras de Santa Comba Dão e de Tondela, e da associação de solidariedade social Just a Change.

O presidente da José de Mello Saúde, Salvador de Mello, sublinhou a importância do dia de hoje para todas estas entidades, para as populações destes dois concelhos do distrito de Viseu e também “para todos os que ficaram profundamente sensibilizados pelas dramáticas consequências dos incêndios que assolaram o país” e decidiram unir-se.

“Em 2017, motivados pela vontade dos nossos colaboradores em ajudar as populações afetadas pela tragédia dos incêndios, a José de Mello Saúde e a Fundação Amélia de Mello criaram, nesse âmbito, uma conta solidária”, recordou.

O protocolo agora assinado vai viabilizar que, com os fundos angariados, seja feita a reabilitação de “habitações e anexos agrícolas destruídos pelos incêndios, pertencentes a famílias que não dispõem de recursos que lhes permitam fazer essa recuperação”, explicou.

Segundo Salvador de Mello, as câmaras de Tondela e de Santa Comba Dão terão “um papel fundamental” nestes projetos de reabilitação, uma vez que, “dentro das suas competências, serão responsáveis pela ligação com as populações”.

“A coordenação e a direção dos projetos no terreno estará a cargo da associação de solidariedade social Just a Change”, acrescentou.

A execução do projeto caberá à José de Mello Saúde, que irá também promover, com o envolvimento dos seus colaboradores, ações de voluntariado no âmbito da recuperação destas casas e anexos agrícolas.

Salvador de Mello frisou que a assinatura deste protocolo “não é mais do que um reforço de um compromisso que a José de Mello Saúde assumiu com estas populações em 2016”, quando a marca CUF chegou a Viseu.