Pulseira eletrónica por violência doméstica em Viseu 

07.01.2019 |

O Comando Territorial da GNR de Viseu, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Especificas, deteve, no dia 3 de janeiro, um homem de 61 anos, no âmbito de um processo de violência doméstica, por detenção ilegal de armas, na localidade de Viseu.

No decorrer de uma investigação por violência doméstica, em que o visado, para além de agredir física e verbalmente a sua esposa de 56 anos, é suspeito de ter ameaçado a vítima com recurso a uma de fogo, culminou na realização de uma busca domiciliária, onde foi apreendido: uma arma de fogo transformada; um revolver; uma caçadeira; um revolver de alarme; uma arma branca; uma arma de ar comprimido; dois bastões de madeira e 250 munições.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Viseu, onde lhe foi aplicada a medida de coação de proibição de contacto com a vitima e afastamento da mesma, com recurso a pulseira eletrónica.