Robôs ajudam idosos na toma de medicamentos e no contato com familiares

03.01.2019 |

Investigadores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) anunciaram que estão a desenvolver um projeto que usa robôs para o apoio a idosos, em atividades como a toma de medicamentos ou no contato com familiares.

“Neste projeto o que nós estamos a estudar é a forma como as pessoas idosas podem interagir com sistemas robóticos”, afirmou Vítor Filipe, professor da Escola de Ciências e Tecnologia da UTAD, em Vila Real.

Vítor Filipe adiantou que, no âmbito deste projeto, a UTAD está também a instalar “robôs de telepresença” em dois lares da cidade de Vila Real, que “têm a particularidade de facilitar a comunicação entre os familiares e os idosos que se encontram na instituição”.

“O robô possui uma câmara e os familiares do idoso têm uma aplicação, através da qual conseguem deslocar o robô remotamente até à pessoa com quem pretendem falar”, frisou.

O robô estabelece uma ligação vídeo entre os intervenientes.

Este trabalho está a ser desenvolvido por uma equipa que junta investigadores da Escola de Ciências e Tecnologia e da Escola Superior de Saúde da UTAD.

Esta notícia terá o seu desenvolvimento alargado nos próximos blocos informativos da Emissora das Beiras.