Tondela recebe Marítimo na luta pela manutenção

24.02.2017 |

O treinador do Tondela, Pepa, garantiu hoje que a sua equipa está viva e preparada para a ‘guerra’ da manutenção, prometendo “entrega total, aliada à qualidade de jogo” para a partida com o Marítimo, da 23.ª jornada.

“Acreditem em nós, que é possível, pois não temos dúvidas nenhumas, e isso vai ser demonstrado dentro de campo. Nós não estamos mortos, nem meio mortos, estamos aqui para a guerra e para a luta”, sustentou.

Na conferência de imprensa de antecipação da receção ao Marítimo, Pepa admitiu que faltam cada vez menos jogos – sete em casa e cinco fora -, mas só no final é que se fazem as contas.

Sobre o adversário, Pepa considerou tratar-se de uma equipa muito bem orientada, com o treinador Daniel Ramos a fazer “um trabalho a roçar a excelência”.

A conferência de imprensa desta sexta-feira contou ainda com a presença do defesa central Pica, que deverá ser titular na partida com o Marítimo, uma vez que os dois colegas de setor – Osorio e Kaká – encontram-se a cumprir castigo.

“Sou mais um que quer ajudar e está à espera da sua oportunidade para entrar na equipa. Só me compete dar o meu máximo e ajudar a equipa a conquistar os três pontos que é o nosso objetivo”, disse.

O atleta evidenciou que o grupo está unido e continua de olhos postos na manutenção na I Liga de futebol.

Tondela e Marítimo defrontam-se este sábado, às 16:00, no Estádio João Cardoso, em Tondela, numa partida da 23.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, apitada por Manuel Oliveira, da Associação de Futebol do Porto.

O Marítimo ocupa a sexta posição do campeonato com 33 pontos, enquanto o Tondela é 18.º e último, com 14.