Tondela volta às vitórias em casa após reviravolta frente ao Marítimo

23.12.2018 |

O Tondela voltou ontem às vitórias em casa, ao vencer o Marítimo por 2-1, graças a um golo de Arango, aos 88 minutos, em jogo da 14.ª jornada da I Liga de futebol.

No regresso de Petit a Tondela, a formação comandada por Pepa regressou aos triunfos em casa, onde não vencia desde 23 de setembro [vitória por 2-0 frente ao Moreirense], e pôs fim a um ciclo de quatro derrotas consecutivas.

O Marítimo, que somou o 10.º encontro seguido sem vencer na competição, foi o primeiro a marcar, aos 27 minutos, pelo avançado Rodrigo Pinho, na sequência de um livre de Bebeto.

Três minutos depois, Tomané empatou para os tondelenses, numa recarga a uma defesa do guarda-redes Charles, após defesa a um primeiro cabeceamento do avançado.

Os golos seguiram-se a uma fase de maior domínio do Tondela, que teve em Xavier e Hélder Tavares os protagonistas dos principais lances de perigo, num encontro que esteve interrompido durante alguns minutos para assistência ao ‘madeirense’ Lucas Áfrico.

O defesa central brasileiro lesionou-se num lance faltoso sobre Juan Delgado, acabando por ser substituído e transportado para o hospital, sem escapar a um cartão amarelo.

Com o encontro empatado, Xavier podia ter dado vantagem aos anfitriões, com um remate de livre, não fosse Bebeto ter evitado o golo, de cabeça, em voo, sobre a linha de golo.

Na segunda parte, aos 61, novamente de bola parada, Xavier falhou por pouco a baliza defendida por Charles e, aos 68, Arango acertou na trave.

Aos 79, os madeirenses ficaram em inferioridade numérica, com a expulsão de Vukovic, numa jogada com Hélder Tavares inicialmente sancionada por Carlos Xistra com cartão amarelo, mas revertida para vermelho após consulta do videoárbitro.

Foi já com mais um jogador que o Tondela sentenciou a partida, com um cabeceamento do colombiano Arango, aos 88, após um desvio, num canto, de Tomané.

Com este triunfo, o Tondela subiu ao 14.º lugar, com 12 pontos, enquanto o Marítimo ‘caiu’ para o 16.º lugar, o primeiro na zona de despromoção, com 11.

Foto: desporto.sapo.pt