Autárquicas: Fernando Ruas (PSD) regressa a Viseu e pede confiança à população

07.06.2021 |

Fernando Ruas apresentou-se hoje oficialmente como candidato à Câmara de Viseu, de onde saiu há oito anos na sequência da lei da limitação dos mandatos, e pediu confiança aos eleitores.

“Regresso às origens, se tiver a confiança dos viseenses. E queria selar este compromisso baseado nessa palavra, que para mim e para os beirões tem um significado acrescido, que é a palavra confiança”, disse Fernando Ruas.

Confiança é, aliás, a palavra-chave da campanha da sua candidatura à Câmara Municipal de Viseu, a que presidiu entre 1989 e 2013, ano em que saiu por limitação de mandatos, ficando António Almeida Henriques à frente dos destinos do Município até abril deste ano, quando morreu na sequência de complicações provocadas pela Covid-19.

Almeida Henriques era o “recandidato natural” à Câmara de Viseu e já tinha o aval do presidente do partido, Rui Rio, recordou o secretário-geral do PSD, José Silvano, que marcou presença hoje.

O também responsável pela comissão autárquica nacional explicou que “o tempo para a apresentação de Fernando Ruas foi para honrar a memória das pessoas” e “não por desentendimento da escolha do candidato, que conta com o apoio local, regional e nacional” do PSD.

Sem apresentar um plano eleitoral detalhado, Fernando Ruas enumerou “alguma da obra feita” e assumiu o compromisso de fazer com que Viseu “continue a ser a maior cidade do interior” e a “crescer de forma horizontal” com os “vários espaços verdes que rodeiam a cidade”.

A lista candidata ainda não está fechada, mas aos jornalistas assumiu que o atual vice-presidente da Câmara e presidente da concelhia do PSD, João Paulo Gouveia, presente na apresentação, o “acompanhará no próximo executivo”.

No concelho de Viseu, foram também já anunciadas as candidaturas de João Azevedo (PS), Francisco Almeida (CDU), Pedro Calheiros (Chega) e Fernando Figueiredo (Iniciativa Liberal).

Nas eleições autárquicas de 2017, o PSD conseguiu 51,74% dos votos (seis mandatos) e o PS 26,46% (três mandatos). O BE foi a quarta força política mais votada, com 4,79% dos votos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.