Bombeiros Voluntários de Tondela: Binómio certificado pela GNR é uma mais valia para as populações

14.10.2020 |

O cão continua a ser o melhor amigo do Homem.

Tal como a Emissora das Beiras noticiou na passada semana, a Unidade de Intervenção da GNR, através do Grupo de Intervenção Cinotécnico (GIC), certificou um binómio dos Bombeiros Voluntários de Tondela, no âmbito da Certificação de Candidatos – Bolsa de Voluntários Cinotécnicos Civis de Busca e Salvamento da Guarda Nacional Republicana.

As equipas estão preparadas e certificadas, entre outras coisas, para buscas e salvamentos   em escombros.

“A nível pessoal, é gratificante, é o reconhecer de muito trabalho, iniciado há cerca de oito anos”, disse, em entrevista à Emissora das Beiras, Carlos Ribeiro, um dos protagonistas deste binómio, aproveitando para sublinhar que “estamos inseridos numa região (centro e norte do país) onde existem muitas ocorrências de pessoas desaparecidas, em especial de pessoas idosas”.

O sub-chefe dos Bombeiros Voluntários de Tondela, Carlos Ribeiro, sublinhou ainda a estreita colaboração dos dois corpos de bombeiros do distrito (Tondela e Resende).

Também o comandante da corporação de Tondela, Nuno Pereira, lembra que Resende e Tondela, no que diz respeito às equipas cinotécnicas, têm uma parceria “bastante forte, trabalhando de forma contínua e em conjunto”.

Para o presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Tondela, António Mano, esta é mais “uma vertente para servir a população pois a partir de agora sempre que sejamos solicitados em buscas e salvamentos, podemos atuar mais rapidamente, sem estar à espera de meios que venham de fora”.

Os binómios certificados pela GNR integram uma Base de Dados ficando em condições de ser acionados pelo Grupo de Intervenção Cinotécnico (GIC) nas buscas em grandes áreas ou em escombros com recurso a cães, na área de jurisdição da GNR, ou em situações que outros agentes de proteção civil entendam recorrer ao seu emprego.

Esta notícia terá o seu desenvolvimento alargado nos próximos blocos informativos da Emissora das Beiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.