Câmara de Lamego apoia petição em defesa da Linha do Douro

10.01.2019 |

Lamego esteve representado pelo Vice-Presidente da Câmara Municipal, António Alves da Silva, na entrega da petição em defesa da reativação da Linha do Douro que decorreu na passada quarta-feira, dia 08 de janeiro, na Assembleia da República.

Subscrito por 13500 pessoas, o documento defende a “completa requalificação e reabertura da Linha Ferroviária do Douro até Barca d’Alva e Espanha”.

Os promotores da iniciativa – a Liga dos Amigos do Douro Património Mundial, a Fundação Museu do Douro, a CIMDOURO, entre outras entidades da região Norte -, foram recebidos, em audiência, pela Vice-Presidente da Assembleia da República, Edite Estrela, a quem entregaram pessoalmente o abaixo-assinado. 
A reabertura da Linha do Douro vai agora ser debatida em plenário da Assembleia da República.

O texto da petição afirma que esta via estruturante  “poderá ser um vetor fundamental no turismo na região por ligar quatro patrimónios da Humanidade: o Porto, o Alto Douro Vinhateiro, Foz Côa e Salamanca” e pede aos deputados para ponderarem que este investimento seja contemplado na versão final do Programa Nacional de Investimentos 2030 ou em outro instrumento público adequado.
A petição pública reclama a requalificação e a abertura da Linha Ferroviária do Douro pela relevância no contexto da classificação do Douro como Património Mundial pela UNESCO, o contributo direto para a dinamização da economia e consequente fixação de população, a garantia de maior atividade turística e a promoção de uma vertente transfronteiriça que interessa a Portugal, Espanha e à Europa.