Câmara de Santa Comba Dão com orçamento de 15,2 ME para 2019

19.11.2018 |

A Câmara de Santa Comba Dão aprovou para 2019 um orçamento de 15.192.224 euros, que é superior ao deste ano por ter inscritas as principais obras estruturantes para o concelho, que são financiadas por fundos comunitários.

O orçamento deste ano teve o valor de 13.664.018 euros.

Fonte da autarquia disse à agência Lusa que, com o orçamento de 2019, o objetivo é seguir um caminho “de rigor, de modo a continuar a reduzir o endividamento e a consolidar as contas”, fatores que são considerados fundamentais para a autonomia financeira do município.

Durante o próximo ano, o executivo socialista pretende concretizar vários projetos no âmbito do desenvolvimento económico e social do concelho, apostando na captação de investimento empresarial, no turismo, no apoio ao movimento associativo e no investimento continuado na educação, saúde e ação social.

Segundo a mesma fonte, nas Grandes Opções do Plano, “as áreas com maior investimento no âmbito das funções sociais são a educação (com 1.883.975 euros), seguindo-se a recolha e tratamento de resíduos sólidos urbanos (913 mil euros), a proteção do meio ambiente e conservação da natureza (631.250 euros) e os serviços individuais de saúde (470 mil euros)”.

No que respeita às funções económicas, “destacam-se as áreas Mercados e Feiras (562.500 euros) e Indústria e Energia (425 mil euros)”, acrescentou.

As requalificações “do edifício do mercado municipal e da zona da Ribeira das Hortas, num projeto que contempla ainda a antiga central elétrica e lagar”, e da Escola Cantina Salazar, que será transformada em Centro Interpretativo do Estado Novo, são algumas das obras a concretizar.

A mesma fonte realçou ainda “as requalificações da praia fluvial Senhora da Ribeira e do Granjal (zona ribeirinha e parque termal), com especial foco da intervenção na criação de infraestruturas”, e o projeto de melhoria de eficiência energética das piscinas municipais.

A criação do núcleo museológico municipal, o prolongamento da Ecopista do Dão até à estação de caminho-de-ferro e ligação à Ecovia do Mondego, a criação de um parque da cidade, a construção da Unidade de Saúde de S. João de Areias, “uma obra que não foi ainda iniciada por motivos alheios ao município”, e a melhoria das condições da escola básica dos 2.º e 3.º ciclos de Santa Comba Dão são outras obras previstas.

A oposição (PSD) absteve-se na votação da proposta do orçamento e grandes opções do plano para o ano de 2019.

Foto: Jornal do Centro