Covid-19: Autarca de Moimenta admite que o Governo pode ter errado ao incluir o concelho na lista dos 121 considerados de risco elevado

03.11.2020 |

O Presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira, José Eduardo Ferreira, admite que pode ter havido um erro do Governo central ao incluir o concelho na lista dos 121 municípios que genericamente cumprem o critério de mais de 240 novos infetados por 100 mil habitantes, e que por isso são considerados de risco elevado. “Enquanto avaliamos e esperamos pela resposta às dúvidas que levantamos, vamos cumprir com todas as novas regras a partir de 04 de novembro”, afirma o autarca.

José Eduardo Ferreira acredita que o erro do Governo possa estar associado ao excesso de trabalho que a pandemia tem exigido, mas gostava que fosse corrigido e o concelho retirado daquela lista.

As contas que o autarca faz são diferentes das do Governo, desde logo porque não entra o número de casos surgidos no surto no Lar de Alvite. “Não tem de entrar porque se trata de uma exceção. É o próprio Governo que admite, porque são surtos localizados onde as pessoas estão em confinamento, isoladas e a serem acompanhadas no próprio lar”.

Ora, retirando o surto da equação, José Eduardo Ferreira fala em apenas um caso positivo verificado nos últimos 14 dias, muito longe dos 24 que o concelho podia registar para ainda ficar de fora da tal lista dos 121. E se o período for alargado às três semanas, o total de casos positivos é apenas de 11, ainda muito aquém daquele critério, mesmo juntando os 3 casos das colaboradoras do Lar de Alvite.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.