Covid-19: Concelhos em risco elevado e muito elevado aumentaram esta semana para 29

05.11.2021 |

O número de concelhos em risco elevado e muito elevado de infeção pelo vírus SARS-CoV-2 aumentou esta semana para 29, enquanto com risco extremo está apenas Pampilhosa da Serra, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgado avança que Pampilhosa da Serra entrou esta semana para o risco extremo de infeção, com uma incidência acumulada a 14 dias (entre 21 de outubro e 03 deste mês) de 1.066 casos, deixando de estar nesta categoria os concelhos de Penamacor e Penedono.

O risco extremo de infeção ocorre quando um concelho tem uma incidência cumulativa a 14 dias acima dos 960 casos de infeção por 100 mil habitantes.

Nos concelhos em risco muito elevado, ou seja, com uma incidência de entre 480 e 959,9 casos por 100 mil habitantes, regista-se um aumento de três para cinco numa semana. Penamacor (741), Penedono (583), Ponte da Barca (568), Redondo (631) e Vila Nova da Barquinha (53) são os concelhos agora em risco muito elevado de infeção.

Também a subir estão os concelhos em risco elevado (entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes a 14 dias), já que o boletim contabiliza hoje 24 concelhos nessa categoria, enquanto no relatório anterior eram 18.

Segundo o boletim, entre os 120 e os 239,9 casos por 100 mil habitantes a 14 dias estão 58 concelhos, mais oito do que na semana anterior.

Com uma incidência de zero casos estão agora 23 concelhos, menos dois do que o registado pela DGS há sete dias.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.

Portugal regista hoje 1.289 casos confirmados de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, nove mortes associadas à covid-19 e uma redução nos internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo dados oficiais.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde estão agora internadas 345 pessoas, menos 12 do que na quinta-feira, das quais 66 em unidades de cuidados intensivos, menos sete do que nas últimas 24 horas.

A taxa de incidência de infeções com SARS-CoV-2 nos últimos 14 dias a nível nacional continua a subir situando-se hoje nos 106,1 casos por 100 mil habitantes, assim como o índice de transmissibilidade (Rt) que passou de 1,03 para 1,04.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.