Covid-19: Viseu tem 13 turmas em isolamento e aumento de casos “é preocupante”

25.10.2021 |

O concelho de Viseu tem 13 turmas com pessoas infetadas com SARS-CoV-2, que provoca Covid-19, assim como em empresas e instituições, disse hoje a delegada de saúde Conceição Casimiro, que considera a subida de infeções preocupante.

“Atualmente temos várias empresas e instituições com casos e também em estabelecimentos de ensino, desde jardins de infância a todos os ciclos de ensino, inclusive no Instituto Politécnico” de Viseu, afirmou a responsável.

Aos jornalistas, disse que, “no total, são 13 turmas com situações de casos de Covid-19 e, em algumas delas, os respetivos colegas têm de estar em isolamento profilático”, sendo que a maioria das turmas são escalões mais baixos.

“As crianças mais pequenas, do primeiro ciclo para baixo, pelo nível etário tão baixo, têm a agravante de, para além de não estarem vacinados, também não usarem máscara e a proximidade ser maior e, realmente, temos aqui o maior número de situações”, especificou.

Conceição Casimiro explicou que também há “pessoal não docente em isolamento profilático, porque são casos”, uma vez que “quem tem a vacinação completa há mais de 10 dias e quem não tenha tido a doença nos últimos 80 dias, não fica em isolamento profilático, mas sim em vigilância, para controlarem os sintomas e, naturalmente, também fazerem o teste”.

“O número de casos tem vindo a aumentar, progressivamente, com a taxa de incidência dos últimos 14 dias também a aumentar, sendo atualmente de 110 por 100.000 habitantes e no total temos 9.705 casos acumulados no concelho”, contabilizou.

Neste sentido, Conceição Casimiro admitiu que “a situação está a preocupar” estes responsáveis e, por isso, apelou para a “importância da manutenção de todas as medidas preventivas, desde logo o distanciamento físico, o uso da máscara e a higienização das mãos e o evitar de aglomerados” de pessoas.

“Muita gente com o levantamento das restrições pensou que realmente se poderia fazer uma “vida normal”. Todos gostaríamos, mas quanto mais medidas tomarmos, mais depressa nos poderemos ver livres ou, pelo menos, minimizar a progressão da doença e não o contrário”, apontou.

Conceição Casimiro acrescentou ainda que, nos concelhos próximos de Viseu, “São Pedro do Sul é o mais preocupante” com “um número significativo de casos e uma taxa de incidência superior à de Viseu, de 610/100.000 habitantes”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.