GNR reforça policiamento a partir de sexta-feira com operação “Natal e Ano Novo”

14.12.2023 |

A GNR inicia esta sexta-feira a operação “Natal e Ano Novo” com um reforço do policiamento para combater a criminalidade e do patrulhamento rodoviário nas estradas de maior tráfego do país, indicou hoje a corporação.

A operação, que se prolonga até 02 de janeiro, pretende “combater a criminalidade e intensificar o patrulhamento rodoviário nas vias de maior tráfego” durante o período de Natal e Ano Novo para “garantir as festividades e as deslocações em segurança” em todo o país.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana refere que o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária constitui-se como “uma prioridade estratégica” para a GNR, sendo empenhadas nesta operação várias valências em ações de patrulhamento, sensibilização e fiscalização que visam “a diminuição da criminalidade em geral e da sinistralidade rodoviária, para garantir a fluidez do tráfego e para o promover o apoio dos utentes nas vias”.

Segundo a GNR, a operação dará especial atenção à prevenção de ilícitos criminais através de ações de sensibilização e patrulhamento e o reforço do policiamento de proximidade junto das pessoas mais vulneráveis, e a ações de fiscalização orientadas para os locais de maior fluxo rodoviário, especialmente nos períodos do Natal e do Ano Novo.

Nas estradas, a GNR estará “particularmente atenta” aos comportamentos de risco dos condutores, nomeadamente o excesso de velocidade, condução sob o efeito do álcool, manobras perigosas, uso do telemóvel ao volante, do cinto de segurança e das cadeirinhas para bebés.

A PSP também vai reforçar a partir de amanhã e até 02 de janeiro o policiamento e a fiscalização no âmbito da operação “Polícia Sempre Presente: Festas em Segurança 2023-2024”.

Na terça-feira, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) lançou a campanha “O melhor presente é estar presente” para apelar a todos os que circulam nas estradas e ruas que o façam em segurança.

O presidente da ANSR explicou que as campanhas de Natal e Ano Novo deste ano “são mais duras do que o costume ao representarem uma outra face dos acidentes rodoviários que são uma face que normalmente está oculta a todos, que é o socorro e o que se passa nos hospitais portugueses”.

A operação de Natal e Ano Novo da PSP e GNR tem dois períodos considerados mais críticos devido ao presumível aumento do tráfego rodoviário, designadamente entre 22 e 26 de dezembro e 29 de dezembro e 02 de janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.