Lamego investe 800 mil euros na requalificação de espaços públicos

03.03.2021 |

A Câmara Municipal de Lamego vai requalificar os espaços públicos do Mártir São Sebastião e do Medelo, um investimento de cerca de 800 mil euros que vai permitir criação de percursos pedonais, anunciou hoje a autarquia.

“Com o objetivo de avançar com a ampla reabilitação de uma zona em franco crescimento e localizada próxima de vários serviços públicos, esta intervenção incidirá em três zonas distintas”, refere o município.

A Câmara adianta que, “quando estiver concluído, o novo investimento incentivará as deslocações a pé e em bicicleta, através da criação de percursos pedonais requalificados que permitirão a sua utilização de uma forma segura e confortável”.

“A primeira zona a ser intervencionada será a requalificação viária entre a Igreja do Mártir de São Sebastião e o Largo dos Lavadouros, em Medelo. Numa segunda zona será executada a requalificação do espaço público e do arruamento viário junto à antiga escola primária de Medelo, com a criação de espaços verdes de enquadramento, recuperando deste modo o vazio urbano”, esclarece.

A autarquia avança que “serão ainda reconstruídos os muros de suporte junto à Urbanização Mártir São Sebastião, que ruíram em janeiro último”, situação que levou a autarquia a realizar “com caráter de urgência, obras de escoramento para garantir a segurança dos prédios situados nas imediações”.

“A requalificação do espaço público do Mártir de São Sebastião e de Medelo contribuirá para a melhoria do ambiente urbano da cidade de Lamego, promovendo a qualidade urbanística e ambiental do território”, defende o executivo.

“Os trabalhos a executar preveem da demolição do edifício da Santa Casa da Misericórdia de Lamego, situado no largo do Mártir de São Sebastião, junto à capela, para eliminar o “estrangulamento” na circulação automóvel criado por este edifício e pelo muro adjacente”, acrescenta a Câmara, numa nota enviada hoje à agência Lusa.

A obra, com um prazo de execução de 12 meses, realiza-se no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) e é cofinanciada em 85% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e integra o Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) da cidade de Lamego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.