Mangualde: Concelho terá primeira residência para idosas vítimas de violência doméstica

27.01.2022 |

A primeira residência destinada a mulheres idosas vítimas de violência doméstica deverá entrar em funcionamento até final do ano, no concelho de Mangualde, disse a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

Segundo Rosa Monteiro, das três Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) destinadas a mulheres vítimas de violência doméstica que estão previstas – num investimento total de mais de quatro milhões de euros (referentes apenas ao edificado) – a de Mangualde é a que se encontra mais avançada, tendo a empreitada sido adjudicada no dia 17.

Além do concelho de Mangualde (Centro), também os de Viana do Castelo (Norte) e de Grândola (Alentejo) vão acolher estas experiências-piloto e receber “mulheres vítimas de violência doméstica idosas em situação de extrema dependência, de todo o país”, explicou.

A de Mangualde, que representa um investimento de 1,5 milhões de euros, tem como entidade promotora um centro paroquial, em parceria com o município.

Estas três ERPI, cada uma das quais com 40 vagas, vão integrar a Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica (RNAVVD).

Estes equipamentos residenciais, financiados pelo FEDER, resultam do trabalho multissetorial do Governo (áreas da Cidadania e Igualdade, da Coesão Territorial e do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social) e dos municípios e organizações da sociedade civil que ficarão responsáveis pela sua gestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.