Município de Tondela renova quadros interativos, computadores e material informático nas escolas do concelho

05.11.2019 |

As escolas do concelho de Tondela passaram a ter novos quadros interativos, computadores e diferente material informático, num investimento que ultrapassou os 110 mil euros. Este investimento foi cofinanciado pela União Europeia através de Fundos Sociais Europeus, no âmbito do Programa de Promoção do Sucesso Educativo desenvolvido pelo Município de Tondela, em parceria com a CIM Viseu Dão Lafões.

O presidente da Câmara Municipal de Tondela, José António Jesus, e a vereadora da Educação, Sofia Ferreira, visitaram ontem, dia 04 de novembro, os Centros Escolares de Tondela e Campo de Besteiros, onde puderam assistir à utilização dos quadros interativos e dos computadores em contexto de sala de aula.

Ao todo foram instalados 40 novos quadros interativos, um para cada sala do 1º ciclo do ensino básico do concelho de Tondela, que vieram substituir os antigos que tinham 15 anos e estavam completamente obsoletos.

Para cada sala do 1º ciclo do ensino básico do concelho de Tondela foram ainda atribuídos 40 computador portáteis, para além de terem sido instaladas duas salas de informática.

Estas duas salas de informática, uma no Centro Escolar de Tondela e outra no Centro Escolar do Campo de Besteiros, para além dos computadores portáteis, têm também cerca de 20 computadores fixos em cada uma delas.

Este investimento permitiu ainda a aquisição de 26 computadores híbridos portáteis, para uso dos alunos no desenvolvimento das atividades experimentais (ex. robótica), um videoprojector laser de alto contraste e vário software de produtividade para acompanhar todo o equipamento informático.

Durante a tarde de ontem foram também entregues as flautas aos alunos do 1.º ano de escolaridade nos dois centros escolares, relançando o projeto iniciado no ano letivo anterior e que é desenvolvido com o Conservatório de Música e Artes do Dão. As flautas são entregues anualmente a todos os alunos do 1.º ano do concelho de Tondela.

Este é um projeto com um investimento que ronda os 15 mil euros por ano letivo e que pretende o desenvolvimento da música de uma forma mais aprofundada e concertada entre todos os alunos, com apresentação final e um mega espetáculo que evidenciará as competências adquiridas na área.