Operação “Natal e Ano Novo 2021”: 21 mortos e 80 feridos graves

03.01.2022 |

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realizou a Operação “Natal e Ano Novo 2021”, que decorreu de 13 de dezembro de 2021 até ontem, dia 02 de janeiro de 2022, com o objetivo de combater a criminalidade geral, intensificar o patrulhamento rodoviário e garantir o  cumprimento das medidas necessárias à contenção da Covid-19, por forma a assegurar as festividades e as deslocações em segurança, no período em apreço.

Como balanço global da Operação “Natal e Ano Novo 2021”, a GNR registou 1.213 detenções, destacando-se 669 por condução sob o efeito do álcool, 332 por condução sem habilitação legal, 77 por tráfico de estupefacientes, 42 por posse ilegal de armas e arma proibida e 31 por furto e roubo.

Foram fiscalizados 118.547 condutores e controlados 386.703 veículos, com 30.240 contraordenações rodoviárias, destacando-se 1.292 por condução sob a influência do álcool, 8.677 por excesso de velocidade, 1.992 por falta de inspeção periódica, 991 pela incorreta ou não utilização do cinto de segurança ou de sistemas de retenção, 799 por utilização indevida do telemóvel durante a condução e 739 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Relativamente à sinistralidade rodoviária, a GNR registou durante toda a Operação Natal e Ano Novo, entre 13 de dezembro de 2021 e 02 de janeiro de 2022, 4365 acidentes,  dos quais há a registar 21 vítimas mortais, 80 feridos graves e 1182 feridos leves.

No âmbito da legislação da Covid-19, foram realizadas 7.030 ações de fiscalização aleatória das quais 652 na fronteira terreste, 41.095 veículos fiscalizados e 18 contraordenações.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.