PCP questiona Governo sobre amianto na escola básica de Tondela

19.12.2018 |

O PCP questionou o Governo sobre o uso de amianto no telhado da escola básica do 1.º e 2.º ciclos de Tondela, distrito de Viseu, defendendo a “necessidade urgente” da sua remoção.

“Porque razão não foram ainda removidas as placas de fibrocimento que contêm amianto da Escola Básica do 1.º e 2.º ciclos de Tondela?”, questionou a deputada comunista Ângela Moreira, que perguntou ainda sobre “a data prevista para a remoção das placas de amianto”.

Isto porque, segundo comunicado divulgado, “tendo esta escola integrado a lista de nível nacional para remoção de amianto, e tornando-se este material tanto mais perigoso quanto o seu nível de degradação se acentue, o que espera o Governo fazer para resolver este problema nesta escola?”.

Uma degradação que a deputada pormenoriza nos “danos provocados pelas infiltrações”, mas aponta para “a necessidade da requalificação global deste equipamento escolar” e, neste sentido, questiona o Ministério da Educação se está previsto na sua programação algum investimento para o efeito.

Foto: Cmtv

Comments are closed.