Restabelecida circulação no IP3

16.01.2020  |

A circulação no Itinerário Principal (IP) 3, na zona de Penacova, foi restabelecida ao início da tarde de ontem, após quase quatro semanas condicionada devido a um deslizamento de terras, informou a Infraestruturas de Portugal.

A circulação no sentido Coimbra-Viseu, em Penacova, estava cortada desde 21 de dezembro de 2019, devido a um deslizamento de taludes, na sequência das intempéries sentidas na região Centro, sendo que a IP tinha apontado restabelecer por completo a circulação até segunda-feira, dia 20.

“Fruto do esforço das equipas da IP e das empresas associadas à obra, trabalhando em horário extraordinário, foi possível antecipar a data de reabertura nos dois sentidos da zona anteriormente condicionada pelas intempéries de dezembro em cerca de cinco dias”, salientou aquela entidade.

Na nota de imprensa, a IP reconhece “a perturbação criada pelas intervenções que está a realizar”, frisando que está a “desenvolver todos os esforços no sentido de dotar o IP3 com as melhores condições de circulação e segurança com a maior brevidade possível”, numa alusão à intervenção de requalificação da estrada que liga Coimbra a Viseu.

Face ao deslizamento de terras e ao corte do trânsito, as comunidades intermunicipais (CIM) de Viseu Dão Lafões e de Coimbra tinham exigido, na quinta-feira, urgência no restabelecimento da circulação no IP3.

Para os autarcas que integram a CIM de Viseu Dão Lafões, o calendário definido para o restabelecimento integral da circulação rodoviária era “inadmissível”.