SAD do Tondela impedida de inscrever novos futebolistas

02.06.2022 |

O Tondela perdeu o recurso que apresentou no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), no chamado ‘caso Khacef’ e está impedido de inscrever novos futebolistas nas próximas duas ‘janelas’ de mercado.

O presidente do clube, Gilberto Coimbra, confirmou à agência Lusa esta decisão do TAS, e adiantou que recebeu por parte dos responsáveis da SAD a informação de que “estão atentos e a tratarem de resolver esta situação constrangedora que o atleta criou”. 

Em causa está o diferendo entre Naoufel Khacef e o Na Hussein-Dey, clube argelino com o qual tinha rescindido de forma unilateral, sem que houvesse razão para tal, considerou a FIFA em março de 2021. 

O jogador viu ser-lhe aplicada uma suspensão de quatro meses, já cumprida, e a SAD do Tondela impedida de contratar jogadores no mercado de transferências deste verão e no de janeiro, além de condenada a pagar uma indeminização de 160 mil euros, já liquidada ao clube argelino. 

A SAD ‘auriverde’ recorreu em abril do mesmo ano para o TAS, na Suíça, com o órgão a decidir, em 11 de fevereiro deste ano, por manter a condenação ao atleta e ao clube, ratificando a decisão da FIFA.

No acórdão, o TAS rejeitou a argumentação do Tondela de que não inscrever jogadores impediria a equipa de continuar a competir, e reafirmou que a pena aplicada seria “persuasora” e “ajustada” para impedir que os clubes contratem jogadores com vínculos a outros clubes.

Gilberto Coimbra adiantou que a SAD do Tondela deposita as esperanças de um volte-face neste caso com a chegada de um documento da Federação Argelina de Futebol que confirmará “que havia contrato entre o Na Hussein-Dey, mas que nunca terá sido registado nos serviços e, por isso, não poderá ser considerado válido”.

O responsável pelo clube não esconde que “uma situação de impedimento como esta causa sempre apreensão” mas adiantou que os responsáveis pela SAD lhe transmitiram que “estão a resolver o assunto”.

O Tondela, este ano despromovido à II Liga de futebol, e finalista vencido da Taça de Portugal, em que perdeu por 3-1 com o FC Porto, vai defrontar os ‘dragões’ em Aveiro, em 31 de julho, para a Supertaça Cândido de Oliveira.

A SAD tem 17 jogadores com contrato válido, mas está impedida pela FIFA de reforçar o plantel para a temporada 2022/23.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.