São Pedro do Sul: Município aprova orçamento de 30 milhões de euros para 2022

15.12.2021 |

A Câmara Municipal de São Pedro do Sul anunciou que aprovou a proposta de orçamento para 2022 no valor total de 30 milhões de euros (ME).

“É um orçamento que se pauta pelo equilíbrio e rigor financeiro, seguindo a linha de redução da dívida e de melhoria do prazo de pagamento a fornecedores, mas que salvaguarda as áreas sociais, das famílias e do apoio à economia local no âmbito do contexto da pandemia”, assumiu a fonte, em nota de imprensa.

A nota referiu que a Câmara aprovou, na quinta-feira, a proposta de “orçamento municipal e das grandes opções” do plano para 2022, que atinge um valor global de 30 milhões de euros.

A autarquia defendeu que “é um orçamento elaborado para terminar um conjunto de grandes investimentos que se encontram em curso, mas atrasados devido à falta de mão-de-obra no mercado da construção civil”.

Em causa, explicou, está, por exemplo, a reabilitação da escola secundária da sede de concelho, a Central Intermodal de Transportes e a requalificação da Estrada Nacional 16 (EN16) entre Várzea e as Termas de São Pedro do Sul.

“Tendo sempre em vista a melhoria da qualidade de vida dos sampedrenses, bem como a atratividade do concelho como destino turístico, mas também de investimento, este orçamento engloba uma série de grandes projetos”, destacou.

Entre estes projetos, exemplificou, está “o futuro centro tecnológico de S. Pedro do Sul, o centro municipal de proteção civil e a requalificação do edifício da antiga cadeia em centro municipal de desenvolvimento cultural e inovação social”.

A “rede de saneamento e água da União de Freguesias de Carvalhais e Candal, da União de Freguesias de Santa Cruz da Trapa e S. Cristóvão de Lafões”, das freguesias de Valadares e de São Félix também fazem parte dos planos do executivo para 2022.

Entre as obras que a autarquia destacou para o próximo ano está também a reabilitação do Estádio Municipal da Pedreira, assim como “a concretização da estratégia local de habitação que vai abranger a intervenção em mais de 100 casas para famílias em situações de vulnerabilidade económica ou social”.

O orçamento municipal para 2022 é semelhante ao de 2020, tendo em conta que o de 2021 foi de 33,5 ME e tinha sofrido um acréscimo na ordem dos três milhões, dada a “incerteza a vários níveis” que a pandemia provocou, explicou à agência Lusa o executivo liderado pelo socialista Vítor Figueiredo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.