Sérgio Conceição sem receio de falta de concentração no jogo com o Tondela

10.04.2021 |

O treinador Sérgio Conceição rejeita que os jogadores do FC Porto sejam incapazes de se concentrarem no jogo com o Tondela, da 26.ª jornada da I Liga de futebol, a meio de uma eliminatória da Liga dos Campeões.

Sérgio Conceição definiu o jogo como uma verdadeira “final” e lembrou que falta pouco mais de um mês para o final do campeonato.

“Este é um jogo importantíssimo para nós. Todos os jogos são fundamentais desde o início da temporada, mas, à medida que vamos caminhando para o fim do campeonato, os jogos ganham outro peso. Temos uma desvantagem de oito pontos para o líder do campeonato [Sporting], temos menos tempo para recuperar e este jogo é uma final para nós, até pela proximidade das equipas que vêm atrás”, disse o treinador, em conferência de imprensa.

O técnico mostrou-se confiante numa boa resposta da equipa para o jogo com o Tondela, apesar do “contexto difícil”, poucos dias depois da derrota por 2-0 com o Chelsea, na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões.

“Temos de dar uma resposta forte, apesar do contexto difícil que vamos encontrar. A mentalidade forte tem de estar presente, porque nós sabemos que isto acaba dia 19 de maio e estamos a pouco mais de um mês do fim do campeonato”, reforçou.

Sérgio Conceição falou ainda dos vários jogos que em que o FC Porto perdeu pontos, a seu ver, sem responsabilidade própria, e pediu um resto de campeonato tranquilo.

“Houve jogos em que perdemos pontos quando nada previa e não foi por culpa da equipa. Estou a lembrar-me do jogo de Braga, de Belém, estamos a falar de dois empates, que são quatro pontos. A história já seria um bocadinho diferente. Mas o que passou, passou, acabou, é olhar para o que podemos e devemos fazer no resto do campeonato”, referiu, continuando: “Espero, sinceramente, que o resto do campeonato corra da melhor forma para toda a gente, para todos os agentes intervenientes diretos que podem decidir um jogo, e os atores principais sejam os jogadores”.

Relativamente ao jogo com o Tondela, Sérgio Conceição especificou as dificuldades que está à espera.

“Esperamos essas dificuldades próprias de equipas que são bem orientadas, que têm um plantel com qualidade individual. O Tondela, em casa, tem feito um campeonato muito bom, até acima da média. Dos 28 pontos que têm, 23 foram conquistados em casa. É uma equipa que sofreu poucos golos em casa. Tem consistência e força no seu estádio. Olhamos para essas estatísticas e percebemos que o Tondela é muito bom em casa. A história é escrita pelas três equipas em campo. Vamos de certeza dar uma boa resposta dentro de um cenário que é difícil, não só pela equipa do Tondela, mas também pelas 60 e poucas horas de diferença para o último jogo”, referiu.

Para o treinador portista, o pouco tempo de recuperação da equipa poderá causar dificuldades, mas admitiu que é um processo que esperava.

“Alguns jogadores chegaram às 4:00 [madrugada de quinta-feira] a casa e agora vamos de viagem para Tondela. É uma dificuldade que já sabíamos. É o velho discurso que temos tido quase todas as semanas: a calendarização apertada e pouco tempo de recuperação. Muitos não acreditavam na presença de uma equipa portuguesa numa fase avançada das provas europeias, mas na Liga Europa seria pior: jogavam à quinta-feira”, disse.

O FC Porto, segundo classificado, com 57 pontos, desloca-se esta tarde, a casa do Tondela, no nono lugar, com 28, num jogo da 26.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.