Tondela: Comissão Política do PS desafia presidente da Câmara a suspender mandato

29.11.2021 |

A Comissão Política Concelhia do PS de Tondela desafia o Presidente da Câmara, José António Jesus, eleito pelo PSD em setembro passado, a suspender o mandato até saber resposta do recurso.

Recorde-se que o Tribunal de Viseu condenou na passada sexta-feira, dia 26 de novembro, o presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, a uma pena de cinco anos de prisão, suspensa na execução, e declarou a perda de mandato do autarca reeleito nas autárquicas deste ano.

José António Jesus foi condenado por um crime de peculato e dois de falsificação de documento, tendo ficado provado que se apropriou de dinheiro público ao receber pagamentos indevidos por deslocações em viaturas próprias, quando na verdade fez as viagens em viaturas do município.

No final da leitura do acórdão, os advogados disseram aos jornalistas que continuam a entender que José António Jesus e Pedro Adão (vice-presidente na altura) não incorreram nos crimes pelos quais foram condenados e que, por isso, vão interpor recurso.

Agora, os socialistas de Tondela avançam em comunicado que “não havendo para já sentenças transitadas em julgado e sendo nós defensores do Estado de Direito e das garantias de recurso legalmente permitidas aos sentenciados, sabemos que do ponto de vista jurídico o Presidente da Câmara Municipal de Tondela se pode por ora manter em funções. Mas como sempre dissemos, desde que foram conhecidos os termos da acusação pública contra o Presidente da Câmara, consideramos que não tem condições políticas para continuar a exercer o cargo, sob o peso da desconfiança constante de cidadãos e instituições e sob a insegurança de quem procura soluções com a Câmara Municipal sem saber se o Presidente da Câmara será o mesmo de aqui a algum tempo”.

No mesmo comunicado enviado à Emissora das Beiras, pode ler-se que “em nome da ética política e da higienização do ambiente político no concelho e para dar o sinal que não está agarrado ao poder por qualquer razão menos clara, deixamos o desafio ao Presidente da Câmara Municipal de Tondela para que suspenda o seu mandato se vai recorrer da sentença, até ao dia em que esse eventual recurso o possa libertar da condenação, regressando se isso acontecer ao exercício de funções”.

Já à Comissão Política local do PSD, a concelhia do PS deixa o repto para que ponderada a situação se pronuncie sobre ela.

“Será interessante saber o que pensa sobre o caso quem tantas demissões tem reclamado de membros do governo sem sequer qualquer acusação formalizada”, pode ainda ler-se no mesmo documento.

Esta notícia terá o seu desenvolvimento alargado nos próximos blocos informativos da Emissora das Beiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.