Tondela: Concluída a empreitada de requalificação da igreja Românica de Canas de Santa Maria

11.01.2022 |

O Município de Tondela informa que estão concluídas as obras de requalificação da Igreja Românica de Canas de Santa Maria (Igreja Velha), no concelho de Tondela.

“Os trabalhos incidiram na reabilitação, reparação e limpeza dos elementos estruturais existentes no templo, tal como a reparação das coberturas, preservando os traços arquitetónicos originais do edifício”, lê-se numa nota de imprensa da autarquia.

Os espaços exteriores também foram reabilitados, com a aplicação de lajetas em granito, tendo ainda sido reparados os muros de vedação e dos acessos, bem como a colocação de iluminação exterior.

No âmbito desta empreitada, foi também feito um acesso junto à igreja, para viaturas, paralelo à Ecopista do Dão.

Foram entretanto abertas quatro sondagens arqueológicas que permitiram descobrir materiais desde o século XII à Idade Contemporânea (ossadas, moedas e várias tipologias de cerâmicas).

Ainda de acordo com o Município de Tondela, a intervenção na Igreja Românica de Canas de Santa Maria – cuja fachada está classificada como Monumento Nacional – tem como objetivo “potenciar a atratividade da região, com vista ao aumento do número de visitantes”.

A empreitada teve um investimento total de 198 mil euros, tendo sido apoiada financeiramente em cerca de 161 mil euros, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), sendo o restante valor assegurado pelo Município de Tondela.

Segundo a Direção Geral do Património Cultural, a Igreja Românica de Canas de Santa Maria teve origem no século XII. As Inquirições de 1258 referem que a rainha D. Mafalda, mulher de D. Afonso Henriques, determinou que se construísse o templo, facto que levou a que a própria localidade ficasse a ser conhecida a partir desse pólo patrimonial estruturante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.