Urgência Pediátrica de Viseu fecha em alguns períodos a partir de sexta-feira

27.02.2024 |

A Urgência Pediátrica da Unidade Local de Saúde Viseu Dão-Lafões (ULSVDL) vai estar encerrada durante alguns períodos a partir de sexta-feira devido à falta de médicos pediatras, anunciou a instituição.

Em comunicado, a ULSVDL referiu que, atualmente, “existem apenas 15 especialistas de Pediatria para assegurar a escala da Urgência Pediátrica, na sequência de várias rescisões e de baixas médicas.

Neste âmbito, será necessário implementar um plano de contingência, que passa pelo “encerramento ao exterior durante alguns períodos a partir de março”, de forma a garantir “uma solução sustentável de funcionamento das várias valências do Serviço de Pediatria e do Bloco de Partos do Serviço de Ginecologia-Obstetrícia”.

O plano de contingência prevê o funcionamento normal da Urgência Pediátrica de segunda a quinta-feira e o encerramento da Urgência Pediátrica Externa nos períodos noturnos de sexta-feira, sábado e domingo, entre as 20:00 e as 09:00 do dia seguinte.

“No período noturno mantém-se uma equipa de Pediatria que garante a Urgência Pediátrica Interna para crianças internadas e crianças em vigilância ou tratamento no Serviço de Urgência, admitidas antes das 20:00”.

Segundo a ULSVDL, fica assegurado o normal funcionamento do Bloco de Partos e Neonatologia nos sete dias da semana e haverá resposta garantida a emergências médicas pediátricas com risco imediato de vida na Sala de Emergência da Urgência Pediátrica, mesmo durante os períodos de constrangimento.

A Unidade Local de Saúde contou que, atualmente, “apenas sete médicos pediatras têm idade inferior a 50 anos e condições para trabalho noturno, enquanto os oito pediatras restantes fazem todos os turnos diurnos, o que implica uma enorme sobrecarga assistencial em horas suplementares, atendendo a que a constituição mínima de segurança para uma equipa de urgência de Pediatria é de dois especialistas”.

“Não tem sido possível contratar novos profissionais para o mapa de pessoal do Serviço de Pediatria, tendo ficado desertas as vagas abertas para concurso”, lamentou a instituição, acrescentando que, apesar de desde agosto de 2023 ter havido a colaboração de pediatras em regime de prestação de serviços não tem sido possível colmatar todas as lacunas da escala.

A Urgência Pediátrica da ULSVDL atendeu 35.086 episódios de urgência em 2023 (uma média de 96 episódios diários), dos quais 58% foram classificados como azuis, verdes ou brancos na triagem de Manchester (não-urgentes).

“Este intenso movimento assistencial tem sido muito penalizador para os pediatras e uma das causas para a baixa atratividade de novos profissionais”.

O Conselho de Administração da ULSVDL prometeu continuar a envidar todos os esforços para repor o normal funcionamento da Urgência Pediátrica, logo que possível.

“Há autorização superior para promover a contratação de pediatras através de contratos individuais de trabalho ou de contratos de prestação de serviços para mitigar o défice de recursos humanos”, referiu a unidade.

A nova orgânica permite também que haja “condições para melhorar a articulação de cuidados, desenvolvendo um projeto de urgência referenciada em que se racionalize o acesso à Urgência Pediátrica, com orientação prévia pelo INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica), SNS 24 ou médico de família”, e que “se promova o agendamento rápido de consulta nos cuidados de saúde primários para as situações agudas não urgentes”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.