Vila Nova de Paiva: Câmara oferece creche para todas as crianças do concelho

03.05.2022 |

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Paiva disse hoje à agência Lusa que as crianças do concelho vão ter creche gratuita, ainda este ano, como medida de apoio à fixação de pessoas e incentivo à natalidade.

“Vamos oferecer creche gratuita a todas as crianças. Já temos o regulamento em discussão pública e estamos a contar que no fim de junho esteja tudo tratado para avançarmos com a medida”, anunciou Paulo Marques.

O autarca socialista lembrou que esta era uma das promessas eleitorais, quando se candidatou em setembro, “ainda antes do PS falar nisso”, e que “agora vai ser possível de concretizar, assim que o regulamento esteja aprovado”.

O número de crianças não está ainda contabilizado, uma vez que o presidente da Câmara acredita que “vai haver muito mais crianças a frequentar a creche, a partir do momento em que ela for gratuita e, por isso, não é fácil saber ainda qual o impacto da medida”.

Ainda assim, apontou para “um investimento por parte da Câmara Municipal de 35.000 a 40.000 euros, mas tudo vai depender do número de crianças, como do apoio que o Estado vai fazer creche gratuita para algumas situações e, portanto, é um número muito variável”.

É uma medida que, no seu entender, “terá mais impacto agora e que com o tempo se vai amenizar, porque o Estado vai avançar com essa medida” e, a título de exemplo, referiu os livros escolares no primeiro ciclo, que a autarquia pagava e “deixou de ter essa despesa, porque o Estado os garantiu”.

“As crianças têm direito a estar numa creche, apesar de não ser um ciclo educativo”, mas “são sempre experiências boas para as crianças até para quando chegam ao pré-escolar”, sustentou Paulo Marques.

Trata-se também de “uma medida muito pensada para os pais trabalhadores, embora não seja só para eles, mas é muito a pensar neles, porque os apoios à natalidade têm de ser pensados, acima de tudo, em quem trabalha para que tenham condições de aqui estarem”, sublinhou.

Neste sentido, o autarca disse que, “a partir de agora há também a garantia de todas as crianças terem onde ficar durante todas as interrupções letivas, que era um dos grandes problemas dos pais trabalhadores”.

“Esta é uma medida que também não existia e que dá muita segurança aos pais e é todo um conjunto de medidas que queremos apresentar às famílias para que elas se fixem no nosso concelho que está cada vez mais desertificado”, notou.

Paulo Marques assumiu que “a desertificação é um dos grandes problemas” de Vila Nova de Paiva e dos concelhos à volta, assim como a quebra brutal da natalidade que também se regista no próprio país e, por isso, são necessárias medidas”.

Assim, continuou, entre os apoios que a autarquia tem para as famílias estão os incentivos à natalidade, uma medida que existe desde 2015 e que, até à data, já chegou a 151 crianças do concelho, num total de 121,5 mil euros.

“Não é por 500 euros ou por 1.000 que as pessoas têm filhos, mas é uma forma de mostrar às famílias que estamos cá, estamos presentes, e estamos junto dos nossos cidadãos”, apontou o autarca deste município do distrito de Viseu.

O incentivo passa por um apoio de 500 euros quando nasce o primeiro filho, 1.000 quando nasce o segundo e 1.500 o terceiro, “sendo que a autarquia só dá metade do valor em apoio monetário”.

“A outra metade é uma oportunidade para incentivar o comércio local e criar uma economia circular, ou seja, é paga com a apresentação das faturas de compras feitas para as crianças e dentro do concelho”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.