Viseu: Bispo pede aos finalistas para serem “protagonistas na construção da paz, na renovação da Igreja e na transformação da sociedade portuguesa”

29.04.2024 |

Centenas de estudantes do Instituto Politécnico de Viseu, da Universidade Católica e do Instituto Piaget, juntamente com as suas famílias, participaram na Missa dos Finalistas e Bênção das Pastas, que decorreu ontem, dia 28 de abril, no Pavilhão Multiusos, integrada na Semana Académica.

A celebração, organizada pela Pastoral do Ensino Superior em conjunto com a Federação Académica de Viseu, foi presidida pelo Bispo da Diocese de Viseu, num grande clima de emoção e festa, abrilhantada pelo Grupo Coral Vespertinos.

Na sua homilia, dirigida aos jovens finalistas, o Bispo de Viseu começou por destacar a condição de ser finalista como “um privilégio e uma responsabilidade, um dom e um compromisso na construção de um futuro melhor marcado pela esperança na realização pessoal no mundo do trabalho”, pedindo ao Espírito Santo que os ilumine e os ajude a serem discípulos missionários nas diversas áreas da sua vida.

Face aos graves problemas que hoje a sociedade enfrenta, apelou aos presentes que contribuam para “a construção de um mundo melhor, mais fraterno e com preocupação ecológica, cuidando do equilíbrio da Casa Comum, valores ainda longe de serem alcançados”, pedindo aos finalistas para serem “ramos novos, revestidos de valores humanos, éticos, espirituais e cívicos, que os levem a ser protagonistas na construção da paz, na renovação da Igreja e na transformação da sociedade portuguesa”.  

Neste dia, que marcou o encerramento de um ciclo, o Bispo dirigiu-lhes palavras de incentivo e esperança para o futuro profissional. “Queridos jovens, não desanimem diante dos problemas graves do mundo de hoje, das crises financeiras e das dificuldades económicas da vida presente. Sejam construtores da verdadeira civilização do amor, da paz, do progresso, da ciência, da cultura e do desenvolvimento humano integral. Façam a diferença e sejam os melhores na competência, na qualidade, no amor e nas relações fraternas. Sejam semeadores da esperança, testemunhas de um mundo novo, otimistas numa nova era marcada pelo acolhimento, pela escuta e pela integração social”, pediu.

Sem esquecer os pais, familiares, professores, funcionários, colegas e amigos que, ao longo destes anos, contribuíram para a construção da sua identidade, do seu presente e futuro, deixou-lhes palavras de agradecimento que foram recebidas com palmas. “Quantos sacrifícios e orações fizeram por vós. Por isso, agradecei-lhes de todo o coração. Eu, também, agradeço o serviço e a colaboração das vossas escolas, professores, colegas e funcionários e convido-os a estarmos unidos nesta missão de cuidarmos dos jovens que frequentam o ensino superior”, apelou.

As palavras proferidas nesta celebração e o momento da bênção emocionaram os jovens que, em conjunto, protagonizaram o juramento e a oração da consagração, agradecendo a Deus o percurso realizado e pedindo auxílio para o futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.