Viseu: Morreu o padre gravemente ferido em incêndio no Centro Pastoral

22.11.2022 |

O padre que ficou gravemente ferido durante um incêndio registado no final de outubro, num quarto do Centro Pastoral de Viseu, morreu quando estava internado em Coimbra, informou hoje o bispo António Luciano.

Em comunicado, o bispo da Diocese de Viseu referiu que o padre António Marques Alexandre, de 75 anos, morreu ao final da tarde do passado domingo.

“Encontrava-se internado nos Hospitais da Universidade de Coimbra, na Unidade de Queimados, desde o final do mês de outubro passado. Foram dias de intenso sofrimento que o purificaram e prepararam para o encontro com Deus na bem-aventurança eterna”, afirmou.

Segundo António Luciano, o padre “dedicou o seu ministério com particular atenção à pregação, ao serviço do confessionário e direção espiritual das pessoas e aos movimentos eclesiais”.

“Sacerdote alegre e próximo de todos prestou atenção à evangelização, à catequese, ao apostolado da oração e à prática da caridade. Tinha uma particular predileção pastoral na atenção aos escuteiros, aos jovens e à formação humana e cristã dos leigos”, acrescentou.

O prelado apresentou condolências aos familiares do padre e às pessoas das comunidades que serviu, sobretudo as de Vila Maior e de São Félix, no concelho de São Pedro do Sul, distrito de Viseu.

Por “motivos de falta de saúde”, António Marques Alexandre tinha terminado as funções de pároco em agosto de 2022, passando a residir no Centro Pastoral de Viseu.

O corpo estará a partir das 12:00 de quinta-feira na capela de Santo António, em Gumiei, Ribafeita (Viseu), de onde era natural.

No dia 27 de outubro, o padre ficou gravemente ferido, com queimaduras em cerca de 85% do corpo, após o incêndio no quarto.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.