Viseu: Município distribui 100 ecopontos em escolas do concelho

15.11.2021 |

O Dia Nacional do Mar assinala-se amanhã, dia 16 de novembro, e o Município de Viseu associou-se à celebração desta efeméride com uma iniciativa vocacionada para a comunidade escolar.

Neste dia, sete escolas básicas e secundárias do concelho irão receber um conjunto de 100 ecopontos, com 80 litros de capacidade. Estes não são ecopontos comuns, uma vez que incluem, pela primeira vez, os códigos Braille, na tampa, e ColorADD, no corpo dos equipamentos.

A primeira entrega de ecopontos decorrerá na Escola EB 2,3 de Mundão, pelas 9H30, com a presença do Vereador com o pelouro do Ambiente e Educação, Dr. Pedro Ribeiro.

O objetivo “é sensibilizar e incentivar para a importância da separação de resíduos – e o impacto que esta pode ter na sustentabilidade ambiental, na preservação dos ecossistemas e biodiversidade e na diminuição da poluição da água -, mas englobando toda a comunidade escolar, sem exceção, ao proporcionar equipamentos preparados para crianças, jovens e adultos com algum tipo dificuldade visual”. 

A inclusão do ColorADD, código universal e inclusivo, visa auxiliar pessoas que têm dificuldade em identificar as cores, nomeadamente daltónicos, ao associar as cores primárias (magenta, amarelo e azul) com formas geométricas. Já o código Braille permitirá auxiliar as pessoas com deficiência visual. Toda a comunidade escolar poderá assim percecionar as cores dos ecopontos e participar do processo de separação de resíduos.  

Neste dia, serão ainda abrangidas as escolas do Viso, Azeredo Perdigão, Grão Vasco, Infante D. Henrique e as secundárias Alves Martins e Viriato. Futuramente, o Município de Viseu pretende implementar este sistema de identificação por códigos nos demais ecopontos existentes no concelho, procurando assim promover a inclusão social e incentivar o uso destes equipamentos por pessoas daltónicas e com deficiência visual.

Esta iniciativa vem ainda no seguimento de um projeto promovido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), denominado “O mar começa aqui”, em que as Eco-Escolas do Município de Viseu participaram de uma ação educativa que lhes permitiu compreender a função, o funcionamento e a localização das sarjetas e sumidouros existentes nas ruas onde se localizam as suas escolas. O objetivo foi fornecer novos conhecimentos aos mais novos, incitando-os a passar a mensagem de que “Tudo o que cai no chão, vai parar ao mar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.